Círculo

Tricô Irlandês!

Postado por: Círculo em 14/03/2017 Categorias: Ideias e Inspirações, Moda, Receitas, Tendência, Tricô

Você conhece o tricô irlandês? Sabe por que ele leva esse nome? Saberia identificar uma peça confeccionada usando essa técnica? A Círculo vai te explicar um pouquinho a história do desejado tricô irlandês, para você incrementar seus trabalhos.

História

Como o próprio nome indica, o tricô irlandês surgiu na Irlanda, mais especificamente nas Ilhas Aran. Há cerca de cinco séculos atrás, têm-se os primeiros registros dessa arte, que aprimorava a técnica do tricô já muito forte na região do Reino Unido.

Comparando com os dias de hoje, é incrível saber que a técnica nasceu das mãos fortes dos próprios pescadores das Ilhas Aran, impulsionados pela necessidade de protegerem-se do frio intenso da região. Assim evitavam que durante a pesca, os fortes ventos, o mar agitado e as baixas temperaturas atrapalhassem.

Os “suéteres dos pescadores”, como ficaram conhecidos na época, eram tecidos em lã pura, em cor crua ou azul marinho/marrom. Caracterizados pelos pontos trançados, losangos, ziguezagues, folhas, flores, espigas, cordas com nós, “diamantes” e arabescos.

byrne irlandes6 obryan

Os desenhos que os pontos formavam não eram aleatórios, tinham um significado que foi a principal característica do tricô irlandês. De início, determinados desenhos identificavam o pescador e sua família, também chamada de “Clã”. Mais tarde algumas famílias foram progredindo e os desenhos dos suéteres passaram a representar “status” entre os membros da comunidade, uma espécie de “brasão”.

Com o passar dos anos, o tricô começou a fazer parte da renda extra dos pescadores, devido as necessidades econômicas. Já popularizado, o tricô irlandês incentivou o desenvolvimento da indústria do tricô artesanal. A técnica foi disseminada e surgiram as aulas à população local, quando finalmente aconteceu o primeiro contato direto das mulheres da região com o tricô irlandês.

Atualmente

De volta ao século XXI, conseguimos perceber que a técnica do tricô irlandês prevalece forte, mas agora como objeto de desejo no mundo da moda e decoração. Mesmo com adaptações no decorrer dos anos, as principais características do tricô irlandês permanecem e o destacam, como os pontos trançados, ziguezague, cordas, losangos e outros.

As peças confeccionadas hoje, com a aplicação da técnica irlandesa, são valorizadas e carregam uma história, além de serem muito lindas. Ideais para o inverno e um sucesso na composição do visual.

Separamos algumas receitas que utilizam a técnica do tricô irlandês, disponíveis no site da Círculo. Para acessar a sua receita favorita é só clicar no nome da peça. Para deixar vocês ansiosos, também separamos duas peças de inspiração que logo terão as receitas disponíveis no site. Confira:

BLUSA PONTO CORDA

8dca914acdf8de1e62600697327726ab1f3e5cd9

BLUSA DE MANGA CURTA COM CORDA

b9bbc1249cacd0cdcb82cfb283753bcdd07907fb

BLUSA ROSA COM PUNHOS CINZA

9a3bd3ea2bdb64e302b298243fa9e81438faf65e

PONCHO LILÁS BATIK

2dfa721b931eeee59a49f696a7e86f637e337395

COLETE VERDE LÃ SEDA

8a50bcb1ff0d8114008fb19006cd4710d8e158e3

CASACO ARAN ALICE

meio corpo

RECEITA EM BREVE NO SITE

MEIO CORPO

ALMOFADA BEGE TRICÔ

7188be4ba7d5dc0c38eb4ee74390619d2edc96d9

ALMOFADA BRANCA TRICÔ

 18588b070bb9b6ca037d41c50c12602e6f425387

Compartilhe suas criações com a gente através da #semprecirculo

Um abraço,

assinatura-blog

Comentários
Identifique-se nos campos abaixo para fazer o seu comentário, ou então clique no botão ao lado para efetuar seu login e comentar usando a sua conta do clube círculo.
Logar no clube círculo



política de privacidade - © círculo 2017 - tag